novembro 22, 2014

Três vovós fumam maconha pela primeira vez

Vovós fumam maconha pela primeira vez em vídeo que faz sucesso na internet (reprodução)
"Vídeo que registra a reação de três avós ao fumar maconha pela primeira vez faz sucesso na internet e já foi assistido mais de 12 milhões de vezes. Gravação foi feita em Washington, onde o uso recreativo da erva foi legalizado


A produtora de vídeos online Cut teve uma ideia: o que aconteceria se três vovozinhas que nunca fumaram maconha na vida fossem gravadas experimentando a droga?

Reunidas três voluntárias para o teste – Paula, Dorothea e Deirdre, em ordem no vídeo [assista abaixo] da esquerda para a direita – o resultado foi hilário e não infringiu nenhuma lei, já que a gravação aconteceu no estado americano de Washington, onde o uso recreativo da maconha é legalizado.

novembro 20, 2014

16 Excelentes motivos para você sair da casa dos pais e ir morar sozinho


Do tudo interessante

"Morar por conta própria, sem a companhia de um amigo ou de qualquer outra pessoa pode significar dias terríveis de solidão para alguns. Porém, para quem já teve a experiência de morar sozinho ou para quem anseia a total liberdade, é uma ideia genial.

Há algo de reconfortante no fato de que depois de um dia longo e duro no trabalho, você pode voltar para casa e não ser incomodado por ninguém. Você tem o seu próprio espaço, um lugar para se sentir relaxado e agir como quiser.
Se você está pensando em sair da casa dos pais ou não quer mais dividir o seu teto com mais ninguém, aqui vão algumas razões para ter uma casa só sua:

1 – Você não precisará de copos

Sim, você pode beber direto na garrafa e ninguém irá te incomodar por isso.

2 – Nem cumprimentar ninguém até sair na rua

Não terá ninguém para dizer “oi” ou “bom dia”, nem precisará fingir que está feliz logo de manhã, quando seu maior desejo é voltar para a cama.

3 – Você irá ter tempo para se auto-descobrir

Assim, é possível aprender a lidar com os próprios problemas emocionais e pessoais

novembro 19, 2014

Cocriador dos Simpsons ajuda a salvar touro gay do abatedouro

O touro Benji seria abatido porque não tinha interesse em copular com vacas
"Um touro "gay" foi salvo do abatedouro depois que 250 pessoas, entre elas o cocriador do seriado The Simpsons, Sam Simon, fizeram doações para comprá-lo de seu dono e transferi-lo para um santuário de animais.

Da BBC Brasil 

O touro Benji seria abatido porque não demonstrava interesse em cruzar com vacas, apenas com outros touros.

Entidades de proteção dos animais e de defesa dos direitos LGBT lançaram uma campanha em busca de doações para salvá-lo.

O maior contribuidor foi Simon, que doou 5 mil libras (o equivalente a R$ 20 mil).

A história veio à tona quando o dono de Benji comentou com uma amiga jornalista, Joanna McNicholas que o animal não vinha cumprindo seu papel esperado na fazenda, em County Mayo, na Irlanda.

Por isso, ele havia decidido abatê-lo.

novembro 17, 2014

Trolltunga: o mais impressionante e assustador precipícios do mundo

O Trolltunga, localizado na Noruega, atrai muitos turistas que buscam pela adrenalina de posar para fotos  na extremidade da rocha e desafiar o perigo.
Para chegar até o local é preciso ter disposição para enfrentar um percurso que leva de 8 a 10 horas (ida e volta)

novembro 16, 2014

Cueca, calcinha e outros disfarces toscos usados por ladrões

Peruca feminina
O norte-americano Dennis Hawkins foi preso em 2010 em Swissvale, no estado da Pensilvânia (EUA), depois que roubou um banco usando como disfarce uma peruca feminina e seios falsos
'Sacola plástica'
Um ladrão assaltou uma loja de conveniência neste ano em Belleville, no estado de Illinois (EUA), com uma sacola plástica como disfarce improvisado. Criminoso conseguiu levar dinheiro do estabelecimento e fugir

novembro 15, 2014

Menina? Inglesa não desconfiou que namorado fosse mulher

Com um mês de namoro, Charlotte Urie ouviu de Kieran Moloney que nasceu mulher, é transexual e ainda não se submeteu à cirurgia de mudança de sexo. Foto: Kieran Damien Moloney/Facebook / Reprodução
"Revelação foi feita após um mês que estavam juntos; casal afirma que vida sexual é saudável e sem problema

 Portal Terra

A inglesa Charlotte Urie, de 20 anos, começou a namorar o neozelandês Kieran Moloney, 23, em 2012. Com um mês de relacionamento, ele contou que nasceu mulher, é transexual e ainda não se submeteu à cirurgia de mudança de sexo. “Fiquei surpresa, mas eu o amo por quem ele é e o vejo como homem”, disse Charlotte. Hoje, o casal mora junto e espera começar uma família por meio da doação de esperma de um amigo. Os dados são do jornal Daily Mail.

Moloney se sentia infeliz em ser menina desde os 4 anos. Não tinha interesse por coisas femininas, chorou quando sua mãe colocou um vestido nele e sofreu na escola por ser diferente. “As crianças não entendiam por que eu era diferente. Não tinha amigos e mudei de escola cinco vezes. A única vez que ficava feliz era quando as pessoas me confundiam com um menino”, comentou.

novembro 14, 2014

Mulher de 91 dada como morta acorda em necrotério na Polônia


"Uma polonesa de 91 anos de idade, que passou 11 horas na câmara fria de um necrotério depois de ser declarada morta, voltou à sua família - queixando-se de frio.

Da BBC Brasil 

Autoridades dizem que Janina Kolkiewicz foi declarada morta após um exame feito pela médica da família.

No entanto, funcionários do necrotério ficaram surpresos ao observar o movimento na bolsa que guardava o corpo. A polícia iniciou uma investigação.
De volta à casa, Kolkiewicz foi recebida com uma tigela de sopa e duas panquecas.

Choque

A família e a médica disseram estar em estado de choque, de acordo com o site do jornal polonês Dziennik Wschodni.

novembro 13, 2014

Mulheres protestam contra a 'gordofobia' em Brasília Após

Contra ‘gordofobia’, misses protestam de lingerie em frente ao Congresso (Foto: Paulinha Almeida)
"Após sofrerem com comentários preconceituosos em hotel, mulheres realizam manifestação contra a "gordofobia" em frente ao Congresso Nacional. Intuito é provar que elas não têm vergonha do corpo


Após serem vítimas de preconceito em um hotel de Brasília, quatro misses plus size protestaram com roupas íntimas contra a “gordofobia” em frente ao Congresso Nacional na tarde desta terça-feira (11/11). Ao fazerem o check-in no hotel, uma recepcionista disse a duas delas que não caberiam na cama de casal do quarto disponível. “A moça foi bem sarcástica e isso me deixou chateada. Pensei: ‘estamos na capital do país. Temos que tentar mudar isso'”, conta Camila Bueno, 19 anos.

Além de Camila, Flávia Gomes, 29, e Evelise Nascimento, 25, vieram de São Paulo para participar de um ensaio de fotos do projeto BSB Plus Size, idealizado pela miss plus size DF Janaína Graciele, moradora de Planaltina. A missão do projeto, que existe há dois anos, é melhorar a autoestima de mulheres que estão acima do peso. “As meninas, que conheci durante o concurso nacional, vieram para ajudar a chamar atenção para a questão do preconceito, e acabaram sendo vítimas de discriminação logo que chegaram”, lamenta Janaína.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Congêneres